domingo, 28 de fevereiro de 2016

Tarefa 18

A essência de uma boa submissa é querer viver os prazeres e emoções em completa entrega ao seu
Dominador. Nessa caminhada é natural que surjam mitos e regras sobre a maneira correta de se portar.

O principal ponto de uma relação D/s é: um Dominador não pode tudo, ser submissa não é ser um saco sem fundo. Tudo deve estar dentro dos limites  dos envolvidos.

Uma relação D/s é consensual. Se é verdade que uma submissa tem regras a serem seguidas, é mais verdade ainda que a mulher tem que ser respeitada. Uma submissa é, quase sempre, uma mulher determinada, de gênio forte, que buscam viver as suas fantasias em servir. Não tem nada a ver com violência doméstica, nem tão pouco com baixa autoestima.

O outro grande ponto é: não existe um manual de como ser uma boa submissa. Apesar de inúmeros textos a respeito dizendo que uma boa submissa deve se portar assim ou assado, o que existe de real nisso tudo é que ela deve se portar de acordo com as regras que fazem sentido para ela e o seu Dono.

Não é porque a submissa de um determinado dominador se porta de uma certa maneira, que outra submissa precisa assim fazê-lo, tudo vai depender dos interesses e desejos de seus donos.

por: kally { K@ }

Fonte da pesquisa:
http://www.reinodeka.com/relacoes-bdsm/cartilha-bdsm/dicas
http://www.reinodeka.com/relacoes-bdsm/cartilha-bdsm/mitos-verdades

1 comentários:

kassandra submissa disse...

Bom dia kally

Parabéns pela tarefa,achei bem interessante a explicação
realmente não da para pegar um texto e seguir como se fosse um roteiro de novela, até porque cada submissa tem sua personalidade,e cada Dominador tem seu próprio estilo e maneira de seguir o BDSM nesse caso cada relação D/s é de um jeito.
Mas o que faz acontecer a relação D/s mesmo é sem duvida o querer viver ai sim a sub ira seguir os passos do Dono.

beijos

kassandra { K@ }

Postar um comentário